Sequestro: Polícia liberta sogra de “poderoso” da Fórmula-1, que estava em cativeiro em Cotia

Ela estava sequestrada desde o dia 22. Polícia encontrou cativeiro em Cotia; dois suspeitos foram presos.

A divisão antissequestro da polícia de São Paulo estourou neste domingo (31), no Jardim São Miguel, em Cotia, o cativeiro e libertou Aparecida Schunck Flosi Palmeira, de 67 anos, sogra de Bernie Ecclestone, presidente da empresa que administra a Fórmula 1. Aparecida foi sequestrada em São Paulo no dia 22 em casa, na Zona Sul de São Paulo.

Segundo as primeiras informações, dois suspeitos foram presos. O cativeiro localizado fica em Cotia. Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). O estado de saúde de Aparecida é bom. “A vítima está bem, dois foram presos, a ação foi por volta de 18h40”, afirmou a delegada Elisabete Sato, do DHPP.

Dois sequestradores presos. Foto: Plantão Policial Itapevi
Dois sequestradores presos. Foto: Plantão Policial Itapevi

De acordo com a polícia, outros suspeitos de envolvimento no sequestro estão sendo procurados.

Aparecida é mãe de Fabiana Flosi, que conheceu o empresário durante o Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil em 2009. Ela foi sequestrada quando estava em casa, na região de Interlagos, Zona Sul de São Paulo, por volta das 11h20 do dia 22, uma sexta-feira. Dois homens tocaram a campainha dizendo que tinham uma entrega para a proprietária.

A polícia desconfia que os criminosos sabiam que a família estava para receber móveis novos, por isso uma das duas empregadas abriu o portão. Ela foi rendida pelos sequestradores.

Os bandidos saíram da casa com o carro da vítima, que foi abandonado perto da Raposo Tavares depois.

Do G1