Sabesp vai mudar programa de desconto na conta de água

A atualização da regra para cálculo do bônus vai indicar um novo consumo médio para cada cliente

Para incentivar os moradores a economizarem água, em 1º de fevereiro de 2014, a Sabesp lançou um programa que dá desconto na conta de água para quem gastar menos no Estado de São Paulo.

Dois anos depois o programa sofrerá mudanças. Segundo a Companhia, a partir do dia 1º de fevereiro, a atualização da regra para cálculo do bônus (não se aplica para a tarifa de contingência) vai indicar um novo consumo médio para cada cliente. Até agora, esse indicador correspondia à média de consumo no período entre fevereiro/2013 e janeiro/2014, que permanece para efeito de aplicação da tarifa de contingência.

A nova média, para efeito de aplicação de bônus, será calculada pela multiplicação do antigo indicador por 0,78. As demais condições e regras do programa serão mantidas, inclusive o escalonamento das faixas de bonificação de 10%, 20% e 30%. Isto é, quem reduz o consumo em 20% ou mais recebe desconto de 30%, entre 15% e 20% o desconto é de 20%, e entre 10% e 15% a redução chega a 10% na conta.

Em dezembro, a economia de água feita pelos moradores atendidos pela Sabesp fez com que a companhia deixasse de retirar no mês passado 5,6 mil litros por segundo das represas que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo.

O volume economizado é suficiente para abastecer cerca de 1,8 milhão de pessoas, correspondente às populações somadas das cidades de Sorocaba, Osasco e Ribeirão Preto, aproximadamente. Ou seja, em todo o mês de dezembro, a população poupou mais de 14,5 bilhões de litros de água. Para ter uma ideia do quanto isso representa, esse volume equivale quase à capacidade total do Sistema Alto Cotia – no qual cabem 16,5 bilhões de litros de água.

Do Webdiario