Psicóloga e neuropsicóloga Aparecida Bueno Fernandes: 5 coisas sobre o suicídio que você precisa saber

A campanha do Setembro Amarelo tem como principais objetivos gerar visibilidade para o delicado tema do suicídio, conscientizar a população e oferecer informações confiáveis sobre o tema.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o 8º país com o maior índice de suicídios no mundo – sendo que, na maior parte dos casos, o suicídio poderia ter sido evitado.

Veja abaixo 5 informações valiosas que você precisa saber – e que podem ajudar a salvar uma vida.

1️⃣ Geralmente quem pensa em eliminar a vida, na verdade deseja eliminar de dentro de si todo o sofrimento pelo qual está passando. O desejo de morrer se confunde com o desejo de viver sem dor. São pessoas que precisam de apoio profissional psicológico e, algumas vezes, psiquiátrico.

2️⃣ Qualquer fala sobre suicídio deve ser levada a sério. Não se deixe enganar pelos que dizem que “quem fala em suicídio não tem intenção real de se matar”. Isso é um erro. Ofereça acolhimento e sugira a busca por tratamento. Infelizmente muitas pessoas que falam sobre suicídio tentam, de fato, cometê-lo.

3️⃣ A maioria dos suicídios pode ser evitada, pois são precedidos por sinais de alerta, verbais ou comportamentais, ainda que discretos. Fique atento às mudanças comportamentais de quem está perto de você.

4️⃣ Não seja indiferente. Converse abertamente ao perceber sinais de que uma pessoa está pensando em suicídio. A conversa gera confiança, acolhimento e abre espaço para que ela fale de seu sofrimento ou possa aceitar tratamento para lidar com suas dores.

5️⃣ Suicídio não é um ato de fraqueza, é um ato de desespero, de sofrimento existencial profundo – e nada tem a ver com covardia. A pessoa precisa de ajuda, não de julgamento. Fazê-la sentir culpa ou sensação de fracasso só piora a situação.

Em casos envolvendo tentativas e ideações suicidas, procure encaminhar a pessoa para profissionais. Na psicoterapia, ela encontrará um espaço de acolhimento e escuta, para aprender a lidar com as dores emocionais e encontrar meios para acabar com a dor, não com a vida.

#diganaoaosuicidio #setembroamarelo #prevencaoaosuicidio #setembroamarelooanointeiro #acolhimentopsicologico

*Aparecida Bueno Fernandes (CRP 06/129968) é psicóloga e neuropsicóloga. Pós graduada em Análise do Comportamento Aplicada e Terapia Cognitivo-Comportamental. Psicóloga no Projeto Autismo Vila Mariana (CAISM), e também atende em consultório particular. Atende pacientes com TEA desde 2014, tendo iniciado como AT em ambiente doméstico e escolar. Faz atendimento em psicoterapia ABA e realiza orientação e atendimento a pais e cuidadores.
Instagram: https://www.instagram.com/aparecidaneuroepsicologia/