Isís Valverde finaliza novo filme em estúdio de Cotia

isis_e_pauloPróximo filme com Isis Valverde acaba de ganhar um novo nome: Malasartes e o Duelo com a Morte – antes era chamado de Pedro Malasartes.

A atriz será Áurea, o amor da vida do protagonista folclórico interpretado pelo pernambucano Jesuíta Barbosa – em sua estreia nos telões. O longa foi rodado até o último fim de semana em Jaguariúna, interior paulistano, sob a direção de Paulo Morelli (Cidade dos Homens e Entre Nós).

Toda a equipe de produção do filme já está em Cotia, no estúdio da produtora O2 para finalizar as gravações em 3D.

O roteiro está nas mãos de Paulo desde a década de 80, antes mesmo de ser fundada a produtora O2, na qual ele integra o time de diretores ao lado de Fernando Meirelles. “Naquela época preparamos uma série de TV sobre personagens folclóricos do Brasil. O Pedro Malasartes estava entre eles”, diz Paulo, que vai levar aos telões a história do personagem folclórico que passou por várias revisões até 2008, quando Morelli começou a captar recursos. Malasartes viverá nos tempos modernos entre o interior de São Paulo e Minas Gerais, com personagens de sotaque carregado e clima fantástico.

Jesuíta dará vida ao personagem que foi interpretado pelo eterno Mazzaropi no filme de 1960 e, curiosamente, ele interpretou uma versão de Malasartes, o João Grilo, na recriação do personagem de Ariano Suassuna na peça Auto da Compadecida, que virou filme em 1999. Milhem Cortaz será o antagonista da trama no mundo real e irmão de Isis. Leandro Hassum e Vera Holtz também estão na produção.

Por Bruno Astuto – Época