Governo de SP prorroga fase de transição no estado até 30 de junho

O Governo do Estado anunciou nesta quarta-feira (09) que prorrogará a fase de transição do Plano São Paulo de combate ao coronavírus até 30 junho. Com a decisão, estabelecimentos comerciais, academia, bares e restaurantes poderão atender presencialmente entre 6h e 21h.

A medida acontece após registro de aumento de casos de coronavírus no estado e no país. O Brasil ultrapassa as 476 mil mortes pela doença, sendo que 115 mil mortes foram registradas no estado, de acordo com dados do Conass – Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

Os membros da comissão ainda sugeriram a redução do horário de funcionamento do comércio em regiões em que leitos de internação estão lotados. O governo deu autonomia para cidades em situação grave para definir a melhor estratégia de restrição, determinação corroborada em decisão do STF – Supremo Tribunal Federal.

“O governo encaminhará aos municípios que estão com uma taxa de ocupação acima de 90% dos leitos de UTI para avaliem a necessidade de tomar medidas mais restritivas do que aquelas que já estão estabelecidas no plano Nós sugerimos a redução de horário de funcionamento de determinados setores econômicos, como o comércio, em algumas regiões”, completou Gabbardo.

Horários de funcionamento na fase de transição
-Atividades comerciais: 6h às 21h com 40% da capacidade
-Atividades religiosas: Autorizadas com 40% da capacidade e distanciamento entre os fiéis
-Bares e Restaurantes: Consumo local das 6h às 21h com 40% da capacidade e distanciamento entre as mesas
-Salões de beleza e barbearia: Atendimento local das 6h às 21h
-Atividades culturais e esportivas: Atendimento local das 6h às 21h

Em comunicado, o governo ressaltou que o toque de recolher está mantido entre 21h e 5h.

Do iG