GCM de Osasco lacra três casas de prostituição

Após receber denúncias anônimas, a Secretaria de Segurança e Controle Urbano de Osasco realizou uma operação de combate a comércios ilegais e casas de prostituição.

Durante a ação, os agentes da Guarda Civil lacraram três estabelecimentos por suspeita de prostituição, na região central de Osasco. Além disso, os imóveis não possuíam alvarás da Prefeitura e do Corpo Bombeiros para estarem abertos.

A operação contou com apoio da Polícia Militar. Segundo o secretário de Segurança, Lau Alencar, a ação foi realizada após a análise de várias denúncias recebidas através do 156, telefone da prefeitura.

Ele afirmou ainda que mulheres foram flagradas nos locais, que eram compostos por diversos quartos. “Os estabelecimentos não tinham a mínima condição de higiene, além de possuírem ligações clandestinas, que colocam em risco a vida de pessoas e imóveis vizinhos”, completou Alencar.

Dentro dos estabelecimentos, os GCMs flagraram algumas mulheres, suspeitas de trabalharem com prostituição, e também alguns clientes. Todos foram ouvidos, revistados e, em seguida, liberados. “A municipalidade tem feito sua parte. Adquirimos novas viaturas e efetivo e aumentamos o número de ações e rondas em Osasco para aumentar a sensação de segurança e contribuir com a segurança da nossa cidade”, concluiu o secretário.

Por Vanessa Dainesi e Maranhão – Webdiario