Cotia registrou três casos de mortes por meningite em 2015

Dados são da Secretaria Estadual da Saúde, de janeiro a agosto.

As cidades da região registraram dez mortes por meningite neste ano, sendo cinco em Barueri, três em Cotia e duas em Osasco.

No total, foram 108 casos da doença. O maior número foi contabilizado em Barueri, com 58 ocorrências. No ano passado, no mesmo período citado, foram, no geral, anotados 210 casos nos três municípios mencionados.

No estado, segundo a Secretaria Estadual da Saúde, nos primeiros seis meses do ano, foram registrados 395 casos de meningite bacteriana, com 65 mortes e 734 de meningite viral, com seis mortes.

O que é a meningite?

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. Existem diversos tipos de meningite, e para cada um deles há causa e sintomas específicos.

Tipos

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos. Outros fatores também podem desencadear num quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.

Conheça os principais tipos de meningite existentes:

  • Meningite viral
  • Meningite bacteriana
  • Meningite fúngica.

Esses três tipos podem levar a um quadro de meningite crônica.

Causas

A causa da meningite varia de acordo com o tipo. A mais comum das meningites é aquela causada por vírus, mas há casos também da doença provocada por bactérias. Menos comum, a meningite causada por fungos também pode surgir.

A meningite viral pode ser causada por diversos tipos de vírus e é a forma mais comum e menos perigosa de meningite, pois muitas vezes nem exige tratamento. Os vírus causadores da meningite podem ser transmitidos via alimentos, água e objetos contaminados e são mais comuns entre o fim do verão e o começo do outono.

Meningite bacteriana é a mais grave de todas. Ela ocorre geralmente quando a bactéria entra na corrente sanguínea e migra até o cérebro. Pode acontecer, também, de a doença ser desencadeada após uma infecção no ouvido, fratura ou, mais raramente, após alguma cirurgia. Existe mais de uma bactéria capaz de transmitir a doença.

Por Glaucia Arboleia – Giro SA