Cidades do interior de SP cancelam Carnaval por causa do coronavírus

Ao menos 27 cidades do interior de São Paulo não terão Carnaval de rua em 2022. O temor é que o evento, sinônimo de aglomeração, favoreça a propagação do coronavírus.

O Carnaval de rua de 2022 na capital paulista ainda depende das aprovações dos órgãos de Saúde que avaliam o cenário epidemiológico da pandemia. A prefeitura recebeu 867 inscrições de desfiles de blocos de rua, os cortejos serão entre os dias 19 de fevereiro e 6 de março.

Em Franca, o prefeito Alexandre Ferreira (MDB) anunciou na segunda-feira (22) que não haverá eventos promovidos pela prefeitura no Carnaval do ano que vem. Ele alegou que o trânsito de pessoas de outros municípios para a cidade é uma preocupação, mesmo com a maior parte da população já tendo recebido duas doses da vacina.

Numa reunião conjunta em Guariba (a 339 km de São Paulo), 12 prefeituras decidiram não realizar o Carnaval do ano que vem, entre elas Jaboticabal, Taquaritinga e Monte Alto.

No dia 16, a Secretaria de Cultura de Taubaté se reuniu com os presidentes de escolas de samba e blocos da cidade e informou sobre o cancelamento do Carnaval do ano que vem. A prefeitura propôs que as escolas organizem ações em suas sedes ou barracões, respeitando as regras sanitárias, e prometeu dar o apoio necessário para isso.

Em nota, a Prefeitura de Mogi das Cruzes diz que a Secretaria de Cultura está estudando formas de suprir a demanda artística.

Em suas redes sociais, a Prefeitura de Lins afirma que a pandemia ainda não acabou e, por isso, foi cancelado o investimento público. “O ano de 2022 será de apoio e reestruturação dessas entidades [escolas de samba] para que nos próximos anos tudo possa voltar à normalidade.”

Para justificar o cancelamento da festa em Cunha, a prefeitura afirma que, além da possibilidade de um novo surto de coronavírus, quer respeitar o enlutamento de quem perdeu familiares para o vírus. O argumento é utilizado também pela Prefeitura de Monteiro Lobato.

Em Santo Antônio do Pinhal, a prefeitura cancelou o evento mesmo estando há dias sem registrar casos de coronavírus.

Cidades que cancelaram o Carnaval: Suzano, Franca, Ubatuba, Taubaté, Santo Antônio do Pinhal, Potirendaba, Mogi das Cruzes, Itápolis, Lins, Ibitinga, Cunha, Monteiro Lobato, Roseira, São Bento do Sapucaí, Guariba, São Simão, Dumont, Barrinha, Pitangueiras, Taquaritinga, Jaboticabal, Dobrada, Santa Ernestina, Monte Alto, Pradópolis, Paraibuna, Natividade da Serra.

Do Folhapress