Bombeiros e Polícia Militar de SP começam a atender ocorrências por meio de aplicativos

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (5) o início das operações de atendimento das centrais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado por meio de aplicativos.

Os aplicativos “Bombeiros Emergência” e “190 SP”, da Polícia Militar, já estão funcionando em fase de testes para atendimento da população paulista nas principais ocorrências solicitadas pela central telefônica.

Segundo o governo paulista, nos dois aplicativos será possível inicialmente tratar apenas sobre as seis ocorrências mais comuns solicitadas pela população por meio do telefone. Antes de começar a usar, os paulistas devem fazer um cadastro informando os dados pessoais e validar as informações fornecidas através de um token enviado por e-mail.

No caso do aplicativo “190 SP”, da PM, as ocorrências mais iniciais que podem ser solicitadas são alarme disparado, aglomeração durante a pandemia, violência doméstica, perturbação do sossego, realização de bailes funks e pancadões, além de brigas e caso de suspeitos.

Bombeiros

No caso do aplicativo “Bombeiros Emergência”, as principais ocorrências que podem ser solicitadas são as de parada cardiorrespiratória, vítima de acidente de transito, engasgamento, incêndio, afogamento e atropelamento.

O aplicativo tem georeferenciamento permitindo a localização do usuário por meio do GPS do celular.

App ‘190 SP’

Segundo a Polícia Militar, o objetivo do aplicativo é desafogar a central de atendimento da corporação, que chega a receber 50 mil ligações por dia, e agilizar o registro da ocorrência. No início, o sistema vai atender apenas seis tipos de ocorrência.

Do G1