Walter Steurer, do Projeto Âncora, é tema de filme que será exibido em Cotia

Marcada por uma trajetória repleta de inovações tecnológicas, o cinema de animação ainda vive de tradições. E foi partir de sua raiz, empregando a técnica do desenho em papel, que alunos da rede pública deram vida a três animações, produzidas durante oficinas do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas dentro do projeto “Curtas de Animação – 2ª Edição”, no último mês de março.

Iniciadas em Hortolândia, as oficinas passaram também por Cotia e Campinas, atendendo a um total de 45 jovens e adolescentes que puderam ampliar seus conhecimentos em arte, animação e cinematografia de forma gratuita. “Além de trocar experiências, o projeto é uma ótima oportunidade de perceber e comprovar o quanto a juventude é antenada ao momento do país. Tudo na oficina é autoral e coletivo, sempre partindo da proposta de fazer um filme sobre a cidade, cultura, história ou personalidades do local onde realizamos as atividades”, explica o codiretor do Núcleo, Maurício Squarisi.

A partir do mês de abril, a equipe do Núcleo retorna às escolas onde ocorreram as oficinas para exibir os curtas concluídos. As sessões são gratuitas e abertas ao público. Na oportunidade, os alunos participantes também assistirão ao filme completo pela primeira vez. Além dos curtas-metragens, o making-off com os bastidores das oficinas em cada cidade também será exibido. “É nessa sessão final, vendo o filme concluído, que eles têm a dimensão do trabalho que foi realizado de fato”, pondera Squarisi.

A primeira parada é Cotia: no dia 24, às 10h, alunos do Projeto Âncora apresentam o curta-metragem intitulado “Mais um dia em minha vida”. “O filme é baseado na lenda do empresário Walter Steurer que, ao se aposentar, realizou o sonho de dedicar-se à área social criando o Projeto Âncora. As crianças contam que o fantasma do ‘Seu Walter’ ainda se manifesta batendo portas e apagando as luzes”, comenta Squarizi.

Mesmo antes de conferir o filme pronto, Patrícia Borges – educadora do Projeto Âncora – avaliou a experiência como bastante positiva para os alunos de Cotia, que já tinham conhecimentos básicos em 3D e agora poderão agrega-los ao novo aprendizado: “O projeto trouxe muito a parte social de saber trabalhar em equipe. E parecia uma coisa profissional mesmo, ‘vamos sentar, pensar sobre o roteiro, depois do roteiro vai para outra etapa’… eles entenderam o que é produzir um curta de animação sob um olhar de começo, meio e fim. E a partir dessa base, vão poder produzir outras coisas. Então eu acho que foi muito positivo, um aprendizado de qualidade mesmo”.

Apresentação em Cotia
Projeto Âncora
Data e Hora: Terça-feira, 24 de abril, às 10h
Endereço: Estrada Municipal Walter Steurer (Estrada do Espigão), 1239, Jardim Rebelato

Sobre o Núcleo de Cinema de Animação de Campinas
Com direção dos animadores Wilson Lazaretti e Maurício Squarisi, o Núcleo já tem mais de 40 anos de estrada. Além das obras autorais de cada diretor, tem forte atuação no ensino, pesquisa e divulgação de técnicas de animação, através da realização de oficinas. Até hoje, já foram realizadas mais de 2500 na maioria dos estados brasileiros, desde o Amapá até o Rio Grande do Sul, e em diversos países, como Estados Unidos, Portugal, Dinamarca, Argentina, Moçambique, Croácia, Suécia, entre vários outros. Em 2017, chegaram aos cinemas os dois primeiros longas-metragens produzidos pelo Núcleo: “História Antes de uma História”, de Wilson Lazaretti, e “Café, um dedo de Prosa”, de Maurício Squarisi. Entre obras autorais e produzidas em oficinas, já são mais de 300 filmes, o que situa o Núcleo de Animação de Campinas como um importante e dos mais atuantes polos de produção no segmento no país.