“Tenho nojo de andar no centro de Cotia”, desabafa moradora

camel10Já não bastasse o chamado ‘camelódromo’ improvisado há muitos anos na Praça Joaquim Nunes e outros espelhados pelas ruas do centro, agora chegou a vez da calçada ao lado do ponto de ônibus do cemitério central ser tomado por ambulantes.

A leitora Juliana Cristina Kobayashi fez imagens e reclama da falta de fiscalização:

Queria saber por que a prefeitura de Cotia não fiscaliza e permite que esses camelôs façam o que querem nas ruas de Cotia. Tá cada dia pior andar pela cidade, a gente tropeça em mercadoria no meio da calçada e da rua e ninguém faz nada. Eu pego ônibus todo dia no ponto ao lado do cemitério e ali tem de tudo, desde correntinhas de hippie até frutas, milho verde e um monte de coisa pra comer. Queria saber também onde anda a Vigilância Sanitária? Conversei com um comerciante amigo do meu pai e ele disse que alguns desses marreteiros nem são de Cotia. Tem até hippie morando ao lado do muro do cemitério em uma barraca. Cotia virou um caos. Me lembra muito o filme Mad Max, parece um apocalipse. Tenho nojo de andar no centro da cidade, que é suja, fede, esburacada. Tô vendo que a solução para gente de bem como eu e milhares de cotianos é vazar daqui, ir para um lugar que tenha gente que comande a cidade com dignidade. Aqui é terra de faz de conta (faz de conta que tem comando). Cansei de Cotia. Vou terminar minha faculdade e convencer minha família a mudar daqui. Já deu. Cansei. Saco cheio!”

A reclamação foi enviada à Secretaria de Indústria e Comércio, que não respondeu.

camel1 camel2 camel3 camel4 camel5 camel6 camel7 camel8 camel9

2 comentários em ““Tenho nojo de andar no centro de Cotia”, desabafa moradora

  • 08/07/2015 em 13:55
    Permalink

    Juliana Cristina Kobayashi
    No mínimo você dever um bom emprego.
    Não deve está a par da crise que país vem passando.Inclusive Cotia, muito desemprego.
    Melhor ter camelôs do que assaltantes.
    Apesar de não está em um lugar legalizado pois a prefeitura não oferece um lugar para isto, estão trabalhando.
    Melhor trabalhando do que roubando.

  • 08/07/2015 em 22:04
    Permalink

    Que exagero isso tudo que você disse, só pq o cara vende coisas de reggae e coisas do tipo você tem “nojinho”? Querida, infelizmente tem crise em Cotia assim como em qualquer outra cidade. Prefiro mil vezes essas pessoas que você diz ser o “Apocalipse” estar trabalhando do que estar roubando o que te pertence. Beijos e seja menos fútil. rs

Fechado para comentários.