Fabada Asturiana

Ingredientes

450 gramas de favas-brancas (ou feijão-branco grande)
1 cebola grande
3 colheres de sopa de azeite de oliva
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 colher de café de páprica doce
2 linguiças defumadas cortadas em rodelas
2 morcilhas (linguiças de sangue) cortadas em rodelas
200 gramas de bacon cortado em cubos
200 gramas de paleta de porco sem osso, cortada em cubos
sal a gosto

Modo de preparo
Na noite anterior, deixe as favas de molho na água, em um recipiente bem grande. No dia seguinte, escorra as favas e coloque-as numa panela grande e de fundo grosso com a cebola inteira sem casca, o azeite de oliva, os dentes de alho, a folha de louro e a colherada de páprica doce. Cubra com água até dois dedos acima e espere a primeira fervura.

Corte o cozimento com um copo de água fria (essa técnica, chamada de “assustar as favas” será repetida mais duas vezes mais ao longo do cozimento).

Em outra panela, ferva em água as linguiças, a morcilha, o bacon e a paleta de porco, para retirar o excesso de gordura, com ajuda de uma escumadeira (reserve essa água em que ferveu as carnes para agregar ao cozimento das favas). Escorra as carnes fervidas e agregue-as à panela em que cozinhou as favas.

Cozinhe a fabada durante cerca de três horas, em fogo médio baixo, prestando atenção para que a receita não seque. Nesse caso, coloque um pouco mais de água morna (pode ser a água em que cozinhou as carnes) e não se esqueça de “assustar” o cozimento com água fria mais duas vezes ao longo do preparo. Quando as favas estiverem cozidas, experimente o sal e corrija, se necessário. Depois de acertar o sal, deixe cozinhar mais por cerca de cinco minutos e sirva.

* Se utilizar favas brancas brasileiras, é recomendável aferventá-las uma vez e dispensar a água dessa primeira fervura, para retirar o amargor.

Receita do site Directo al Paladar