Polícia desvenda caso do “assassino da charrete”, ocorrido na região da Granja Viana

Uma investigação envolvendo imagens de câmaras e apuração porta a porta levou uma equipe do 2º DP de Carapicuíba a desvendar o caso envolvendo o “assassino da charrete”.

O crime aconteceu há cerca de uma semana. Já o paradeiro do assassino foi descoberto ontem. Após uma colisão na Estrada da Fazendinha, na Granja Viana, o condutor da charrete e o motorista de um veículo começaram a brigar. Em meio a discussão, o “charreteiro” desferiu mais de 20 golpes de faca no motorista, que morreu no local. Depois, fugiu conduzindo sua charrete.

Foi a partir das imagens captadas pelo circuito de segurança de uma empresa, na frente da qual toda confusão aconteceu, que a polícia conseguiu, primeiro, refazer os passos dos dois homens. E, depois, localizar o endereço do assassino.

Ele não estava em sua casa na hora do flagrante, mas seu advogado informou que ele deve se apresentar nas próximas horas. “Descobrimos que, coincidentemente, os dois estavam em um mesmo bar sertanejo, em Carapicuíba, nesse dia. Eles são, inclusive, muito conhecidos nesse meio. Um deles, pela charrete. E a vítima, porque fazia eventos de costela no chão. No bar, nada aconteceu. Mas, na Estrada da Fazendinha, o veículo se chocou com a charrete. Na sequência, o dono do carro parou e começou a discutir com o rapaz da charrete. A princípio, ele não queria discussão e chegou até a sentar na guia. Mas o outro foi para cima e eles entraram em luta corporal. Foi então que o rapaz da charrete desferiu as facadas e fugiu”, revela o investigador Alexandre Papa, que comandou os trabalhos.

Imagens de câmeras do local e traçado de rota de fuga ajudou a localizar assassino.

Por Erica Celestini e Maranhão – Diário da Região