Ovo é alternativa saudável para incluir na alimentação

Ovo orgânico, caipira, de granja… são várias as opções desse alimento, que pode ser uma alternativa saudável para incluir na alimentação. O Bem Estar desta sexta-feira (3) falou sobre este aliado da saúde.  Participaram do programa o infectologista Caio Rosenthal e o engenheiro de alimentos Cláudio Lima.

Os ovos orgânicos são os de produtores que, pela legislação, têm que manter os animais fora de confinamento e realizar alimentação totalmente orgânica, livre de antibióticos e promotores de crescimento. Os ovos caipiras também são de animais que não são confinados, mas a alimentação não é necessariamente orgânica.

Já os ovos de grandes granjas são provenientes de criações confinadas em baterias de gaiolas e tratadas com antibióticos sintéticos em pequenas doses, pois o grande número de animais facilita o surgimento de doenças. Não há comprovação de diferenças nutricionais entre os ovos desses tipos e nem entre os de cores diferentes.

Armazenamento e preparo
O ideal é guardar os ovos sempre na geladeira, mas nunca na porta, onde há variação grande de temperatura. Algumas geladeiras trazem bandejas removíveis.

Na hora de preparar, o correto é lavar o ovo só na hora em que for prepará-lo. A recomendação é não consumir ovos crus, pois eles podem transmitir salmonelose, doença infecciosa causada pela bactéria salmonela, que existe no solo e é praticamente impossível de controlar na criação de frango.

A salmonela é a principal causa de surtos de doenças alimentares no Brasil, relacionados principalmente ao consumo de ovos crus e preparações com ovos crus em casa, como a maionese caseira. Essa bactéria não é exclusividade dos frangos, também pode contaminar outros alimentos, principalmente os de origem animal.

O tempo ideal do cozimento do ovo é em torno de 12 minutos, após a água ferver, em uma temperatura de 100°. O mais importante é que a gema fique dura.

Do G1