No mês das festas juninas, veja os cuidados para evitar queimadas

Soltar balões, fazer fogueira ou jogar bitucas nas beiras das rodovias colocam a vegetação em risco; faça sua parte e denuncie.

A negligência está entre as principais causas de incêndio nas florestas. Pequenos cuidados no cotidiano podem ajudar a preservar esse bem tão necessário para a sobrevivência humana. Com a estiagem típica do outono, a atenção deve ser redobrado.

A Defesa Civil participa da Operação Corta Fogo, uma ação em conjunto com outros órgãos como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Secretaria do Meio Ambiente para prevenir focos em rodovias durante o período de estiagem. “Muitos acidentes são causados pela imprudência humana”, conta o major Marcos de Paula Barreto. “Às vezes, uma bituca de cigarro dá início ao incêndio. Ou as pessoas vão fazer um acampamento e fazem uma fogueira. São condutas muito perigosas.”

Outro grande vilão das queimadas nas florestas, ainda de acordo com o especialista, é a soltura de balões. “É muito perigoso e a conscientização é fundamental para diminuir esse risco.” Soltar balões é uma prática ilegal considerada crime ambiental.

Telefones úteis

193 (Corpo de Bombeiros) – para relatar ocorrência de focos de incêndio

190 (Polícia Militar) – para denunciar queimadas ilegais ou balões