Mulher é condenada a 12 anos de prisão por matar animais em SP

dalva-caoNesta quinta-feira (18), Dalva Lina da Silva foi condenada a 12 anos de prisão pela morte de 37 animais, entre cães e gatos.

A sentença proferida pela juíza Patrícia Álvarez Cruz ainda prevê multa referente a cada um dos bichos assassinados.

Conhecida como “matadora de animais”, Dalva foi processada pelo Ministério Público pelo crime previsto no artigo 32, parágrafo 2º, da Lei 9605, por maus-tratos seguido de morte. O crime aconteceu no bairro da Vila Mariana, em janeiro de 2012, e causou grande revolta popular. Na época, ativistas contrataram um detetive para apurar o caso e os corpos foram achados em sacos plásticos. A juíza expediu mandado de prisão preventiva.

Veja sentença na íntegra:

“18/06/2015 Sentença Registrada18/06/2015 Condenação à Pena Privativa de Liberdade e Multa COM Decretação da Prisão Ante o exposto, julgo parcialmente procedente a ação, para: I. Condenar DALVA LINA DA SILVA, portadora do R.G./I.I.R.G.D. nº 20.735.577, filha de José Firmino da Silva e Dalvina Gonçalves Leite, à pena de doze anos, seis meses e quatorze dias de detenção, e ao pagamento de quatrocentos e quarenta e quatro dias-multa, cada um destes fixado em 1/10 do valor do salário mínimo vigente à época dos fatos, a ser atualizado em execução, como incursa, por trinta e sete vezes, nas penas cominadas no artigo 32, §2º, da Lei 9.605/98, na forma do artigo 69 do Código Penal; II. Absolver a mesma ré das imputações que lhe são formuladas no aditamento da denúncia, nos termos do artigo 386, inciso III, do Código de Processo Penal.11/06/2015 Conclusos para Sentença27/05/2015”

Do Uol