Grupo dos anos 70, Pholhas ressurge com novo CD

No pop brasileiro do início dos anos 70, muitos artistas nacionais fizeram sucesso cantando em inglês. Alguns deles eram Lee Jackson, Morris Albert e um certo Mark Davis – na verdade, o cantor Fábio Jr. usando pseudônimo. Uma das mais importantes bandas do período foi o quarteto Pholhas, que estourou com canções com tom de pop barroco como “She Made Me Cry”, “My Mistake”, “My Sorrow”, “Forever” e outras.

A banda retorna agora com o CD Black & White, um lançamento independente. Além de regravação dos velhos hits, os músicos também apresentam material inédito e até uma versão em inglês para “Ciúme de Você”, composição de Luiz Ayrão. A banda lançou o trabalho no final de agosto no Clube Pinheiros, em São Paulo, local onde se consagrou nas chamadas “domingueiras” da década de 70.

Por uma lúgubre coincidência, Hélio Santisteban, ex-líder, cantor e compositor dos Pholhas, mas que não estava mais participando da banda, morreu no dia 26 de agosto. Santisteban, que tinha 69 anos, foi um dos mais atuantes nomes do rock paulistano e um dos fundadores do estúdio Mosh, além de ter trafegado pelo mercado publicitário e ter trabalhado na gravadora Som Livre. O músico morreu em decorrência de uma doença degenerativa chamada ataxia.

Por Paulo Cavalcanti – Rolling Stone Brasil