Gás de cozinha sobe 5,1% e valor do botijão em Cotia pode chegar aos R$ 100

A Petrobras anunciou que a partir da meia-noite desta terça-feira (9) haverá aumento nos preços dos três principais combustíveis vendidos pela companhia: gasolina, diesel e gás de cozinha.

Segundo a estatal, o litro da gasolina vendido nas refinarias aumentará R$ 0,17, o que levará o valor médio para R$ 2,25 por litro. Esse reajuste equivale a um aumento médio de 8,2%. No caso do diesel, o aumento será de R$ 0,13, para R$ 2,24 por litro. Nesse caso, o valor equivale à alta de 6,2%. O gás de cozinha também será reajustado, com aumento de R$ 0,14 por quilo, para R$ 2,77 – reajuste de 5,1%.

O aumento fará com que o preço do botijão de gás fique entre R$ 85,00 a R$ 90,00 em Cotia, apesar de alguns pequenos comércios já estarem vendendo bem acima desses valores desde o início do ano. Em comércios da periferia o preço pode ultrapassar os R$ 100,00, já que são pontos de revenda dos principais distribuidores da cidade.

Nesta segunda-feira, ao divulgar o novo aumento de preços, a Petrobras informa que os valores praticados “têm como referência os preços de paridade de importação e, dessa maneira, acompanham as variações do valor dos produtos no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”.

No comunicado divulgado nesta segunda, a estatal reforça o discurso defendido na sexta-feira no Palácio do Planalto de que “os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo”. “Até chegar ao consumidor, são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis”, cita a nota.

Do Cotia Agora com CNN