Fórmula 1 cancela GPs do Azerbaijão, Singapura e Japão

Mais três provas do Circuito Mundial de Fórmula 1 deixarão de acontecer na temporada deste ano por conta da pandemia do coronavírus: Azerbaijão, Singapura e Japão. O anúncio foi feito na manhã desta sexta (12), pela organizadora do evento – Fórmula One Management – por meio de nota oficial. Agora, chega a 12 o número de corridas afetadas pela insegurança sanitária em 2020.

O Grande Prêmio do Azerbaijão estava marcado para 7 de junho, mas inicialmente havia sido apenas adiado. Em comunicado, os organizadores da F1 explicaram que o cancelamento definitivo ocorreu por causa do tempo considerado curto para a construção do circuito de rua. Pelo mesmo motivo, a disputa em Singapura, que estava agendada para 20 de setembro, foi extinta.

Quanto ao GP do Japão, a nota esclarece que o cancelamento foi necessário devido às medidas restritivas de viagens. Os japoneses receberiam a prova em 11 de outubro. De acordo com Ross Brawn, chefe de automobilismo da F1, outros locais estão sendo avaliados para serem incluídos no calendário.

“Há várias pistas europeias boas em que podemos adicionar mais uma ou duas corridas para garantir uma temporada abrangente. Não vamos declarar ainda, pois a discussão ainda está em andamento”.

Da Áustria a Abu Dhabi

Os organizadores mantêm o desejo de concluir entre 15 a 18 provas, das 22 programadas no planejamento inicial. Até o momento, apenas oito GPs da fase europeia tiveram datas e locais divulgados. A abertura da atual temporada está programada para 5 de julho, no circuito de Spielberg, na Áustria. Já a corrida de encerramento ocorrerá em dezembro, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.

Ao todo, 12 provas foram afetadas pela insegurança sanitária, sendo que 7 delas – Austrália (estreia), Mônaco, França, Holanda, Azerbaijão, Singapura e Japão – foram canceladas. Já outras cinco corridas foram adiadas: Bahrein, Vietnã, China, Espanha e Canadá.

Da Agência Brasil