Filme que conta história de Nossa Senhora, gravado em Cotia, estreia em Aparecida

Neste dia 12 de outubro, onde se celebrou o dia de Nossa Senhora Aparecida, fieis compareceram em uma sala especial de cinema na cidade de Aparecida, inaugurada no último sábado (8).

Set de gravação na represa
Set de gravação na represa

O motivo foi a apresentação do filme “A História de Nossa Senhora Aparecida”, gravado em Cotia entre 2015 e 2016. O “Cine Padroeira”, uma sala de cinema de última geração, que reúne o que existe de mais moderno em projeção cinematográfica, tem capacidade para 150 pessoas. O filme é exibido em cinco telas ao mesmo tempo, com imagens que se complementam, se alternam, se duplicam, ou se unificam, de acordo com a montagem de cada cena

A produção tem duração de 15 minutos, foi gravado especialmente para ser exibido na cidade que tem o maior santuário da América Latina e conta a trajetória de fé e devoção à Padroeira do Brasil, desde o encontro da imagem nas águas do Rio Paraíba, até os dias atuais, com a construção do Santuário Nacional.

A obra foi dirigida por Del Rangel, um veterano da teledramaturgia brasileira. Com mais de 20 produções no currículo, o diretor já trabalhou em novelas, especiais, séries e minisséries, para emissoras como Globo, SBT, Record e Bandeirantes.

Del Rangel conversa com ator Alessandro Ramos
Del Rangel conversa com ator Alessandro Ramos

A produção ainda conta com a direção de arte de Daniela Androvandi e fotografia de Rodrigo Carvalho. Na trilha sonora, a clássica canção “Romaria”, do compositor Renato Teixeira.  O filme foi gravado em Cotia, na Represa do Morro Grande e na Capela dos Pires. Na represa, a locação foi escolhida por ser similar ao local onde a santa foi achada em 1717.

Sobre o filme

O filme conta a história de Nossa Senhora Aparecida desde seu encontro pelos pescadores Domingos Garcia ( José Geraldo Marcondes), João Alves ( Adriano Arbol) e Felipe Pedroso ( Alessandro Ramos).
A história passa pelos mais famosos milagres da Santa como a cura da menina cega ( Isabella Vergal) acompanhada pela sua mãe (Giseli Abra) e pela libertação do escravo Zacarias (Eduardo Silva) e culmina na criação do Santuário Nacional em Aparecida.

A produção conta com a tecnologia semelhante usada na abertura da Rio-2016. São 10 projetores a laser que lançam imagens simultâneas para 5 telas especiais compondo a imagem em 3D sem precisar de óculos especiais!

Elenco de atores
Elenco de atores

Realização: Aurin Produções
Direção: Del Rangel
Roteiro: Eneas Carlos Pereira
Direção de Arte: Daniela Aldrovandi
Fotografia: Rodrigo Carvalho
Maquiagem: Claudinei Hidalgo