Domingo tem Festival Street Rock no Largo da Batata

O STREET ROCK, a maior manifestação do rock independente e que já reuniu mais de 250 mil pessoas desde a sua primeira edição, em 2001, está de volta!

O evento, que celebra a sua 26ª edição, acontece no dia 25 de novembro, das 12h às 20h, no Largo da Batata, em Pinheiros, com shows das bandas VIOLET SODA, SUPERCOMBOS, DINOSSAURUS, além de uma ATRAÇÃO SURPRESA. A entrada é gratuita.

Na edição 2018, o Street Rock volta com novidades, como curadoria de novas bandas pela 89FM, show em praça pública com quatro bandas convidadas e lançamento de uma plataforma digital, onde bandas independentes poderão apresentar e divulgar seu trabalho.

Para participar da plataforma, os interessados devem se cadastrar no site www.streetrock.com.br para compartilhar seu trabalho por meio de videoclipes, músicas, fotos e clippings. Até o momento, já foram cadastradas mais de 650 bandas de todo Brasil.

Com patrocínio da Pepsi e apoio da Cavalera, Truckvan, Urgh e Burnkit, parceiros de mídia 89FM, TV Cultura e Coletiva Ideias para o futuro, o Street Rock tem Criação e Produção da Goma Filmes e Vetor Zero, Plataforma Digital desenvolvida pela Sioux Group, produção dos festivais executada pelo Banco de Eventos e realização Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura e Prefeitura de São Paulo.

Sobre o STREET ROCK:
O Street Rock surgiu em 2001 com a missão de lançar novas bandas e levar para as ruas cultura e atitude, promovendo a livre ocupação do espaço público e a consciência coletiva. Em pouco tempo o Festival se tornou a maior manifestação do rock independente no país.

Ao todo, foram 25 edições realizadas e um público aproximado de 250 mil pessoas. O evento teve participação de 72 bandas, entre as quais NX Zero, Gloria, Garage Fuzz, Hurtmold e Dead Fish. O sucesso alcançado e o reconhecimento conquistado no cenário do rock nacional colaboraram para que o evento fosse indicado duas vezes consecutivas ao prêmio “Troféu Dia do Rock”, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Agora, o festival foi redesenhado e transformado em uma grande plataforma de conteúdo, com desdobramentos online e offline.

O projeto segue com o propósito de proporcionar um espaço único para que bandas independentes possam se apresentar e encontrar seu público. O diferencial desta fase é que o Street Rock vai extrapolar os limites da rua e oferecer dois novos palcos. Além dos shows em praça pública, o encontro entre as bandas e os fãs também ocorrerá na web, através da plataforma digital do Street Rock