Cotia ocupa o 14º lugar em ranking de programa de economia de água

Programa tem registrado uma adesão de 83% dos consumidores, com uma redução de consumo que daria para abastecer cerca de 2 milhões de pessoas.

Implantado logo no início da crise hídrica, em fevereiro de 2014, o programa do bônus já atingiu a marca de 180 bilhões de litros de água economizados até junho de 2015. Esse volume equivale a mais do que um Sistema Guarapiranga cheio ou a toda a reserva técnica do Cantareira (as duas cotas) ou, ainda, a cerca de 10% da soma da capacidade de todas as represas dos sistemas de abastecimento da Grande São Paulo.

Na região da Grande São Paulo com menor consumo médio de água por imóvel é Itaquaquecetuba, com 8,99 m³/mês – um metro cúbico equivale a mil litros, Campo Limpo (9,04 m³/mês) e Guaianazes (9,06 m³/mês). Na ponta do maior consumo, a área dos Jardins continua em primeiro lugar, com 15,38 m³/mês.

Já Cotia ocupa a 14ª colocação na Grande São Paulo, com consumo de 10,69 m³/mês. (veja tabela abaixo).

O bônus vem mantendo uma média de adesão de cerca de 83% dos clientes nos últimos meses, com economia de 6,2 m³/s. O volume de água economizado mensalmente daria para atender cerca de 2 milhões de pessoas, o que equivale a 10% dos clientes da Sabesp na Grande São Paulo. O programa oferece desconto aos clientes que reduzem o consumo de água.

Também é aplicada, desde janeiro de 2015, uma multa para quem gastar mais água do que a média de consumo anterior à crise hídrica. Além do bônus e da multa, a Sabesp e o Governo do Estado de São Paulo investem em outras frentes para economizar água e combater a crise hídrica gerada pela maior seca registrada nos últimos 85 anos.

A gestão da pressão, com a redução em determinados horários do dia, tem ajudado a reduzir as perdas de água por vazamentos. Também estão sendo distribuídos dispositivos de redução de vazão para torneiras aos clientes, e caixas de água para moradores de áreas carentes.

Paralelamente, obras de aumento de produção de água e melhoria de distribuição estão sendo realizados em toda a Grande São Paulo, algumas delas, inclusive já entregues. Mesmo assim, a Sabesp alerta que é importante a população manter o controle rígido do consumo de água, seguindo as orientações de economia (confira dicas no site:
http://site.sabesp.com.br/site/sociedade-meioambiente/dicas.aspx?secaoId=450
e aproveitando o bônus.

sabesp