Dr. Thiago Camargo: Café, vilão ou mocinho?

Às vezes vilão, às vezes mocinho. É dessa forma que a segunda bebida mais popular do mundo é vista nos estudos relacionados à saúde. O que nem todos ainda sabem são dos inúmeros benefícios, já comprovados, que algumas xícaras de café por dia podem trazer para a nossa saúde.

De acordo com um estudo finlândes, publicado no Journal of Alzheimer Disease, o café, se tomado de forma regular (3 a 5 xícaras de café por dia) quando se tem entre 40 e 60 anos, diminui o risco de desenvolver o Alzheimer. Este não é o único benefício do alimento mais consumido do Brasil. Afinal, tem coisa mais gostosa que tomar um café sentado em uma poltrona, trabalhando ou quando se está lendo um bom livro?

A cafeína, o ingrediente chave do café, é largamente utilizada na produção de suplementos alimentares, chamados termogênicos, pois dá mais disposição e acelera a queima de gordura. Além disso, é capaz de estimular a memória e a liberação de dopamina (neurotransmissores responsáveis pelas sensações de alerta e prazer).

Pesquisas realizadas já comprovaram que o café atua com sucesso como um auxiliar no tratamento de alcoolismo, bronquite asmática e como potente aliado dos treinos físicos. De acordo com estudos modernos, o consumo do grão pode diminuir o risco de depressão e suicídio e ajudar no funcionamento do fígado, reduzindo o risco de contrair cirrose hepática, câncer de fígado e insuficiência hepática.

Uma vida mais longa é outra consequência relacionada ao consumo moderado de café. Segundo uma pesquisa do Instituto Nacional do Câncer, nos Estados Unidos, a expectativa de vida pode ser prolongada em 10% para homens e 13% para mulheres.

Assim como a maioria das outras substâncias, quando seu uso se dá de forma exagerada, a cafeína torna-se prejudicial. Em pessoas com problemas cardiovasculares, o café em excesso pode trazer sérios problemas como arritmia, estresse, insônia, ansiedade e irritabilidade.

A Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC) fez um levantamento e concluiu que os brasileiros consomem 83 litros de café por ano.

*Dr. Thiago Camargo (CRM 107445) é ginecologista e especialista em saúde da mulher e escreve semanalmente no Cotia Agora.