Dr. Danylo: Qual a melhor idade para colocar aparelho ortodôntico?

Muitos pacientes chegam na clínica com diversos questionamentos em relação a melhor idade para iniciar o tratamento ortodôntico. Alguns perguntam se é melhor esperar trocar todos os dentes, outros se acham “velhos demais” para colocar aparelho e alguns querem colocar o quanto antes. Mas o fato é, ainda existem muitas dúvidas e mitos quanto a esse tema.

Todo indivíduo deve fazer acompanhamento com o dentista desde sua infância, trabalhando principalmente a prevenção. Os aparelhos usados na odontologia podem não só prevenir e corrigir a mordida, mas também discrepâncias ósseas. Uma consulta com o especialista pode identificar, por exemplo, que o palato (céu da boca) é estreito, o que pode ser a causa ou mesmo a consequência de uma respiração bucal, que quando tratada pode devolver a qualidade de vida da criança, melhorando a respiração, a dicção e a alimentação. Uma outra situação comumente identificada em uma consulta com o ortodontista são as discrepâncias ósseas, em alguns casos a maxila (parte de cima da boca) pode estar atrésica, em outros protruída (para frente), a mesma situação pode ser encontrada na mandíbula (parte inferior da boca). Todas essas situações se não tratadas precocemente com aparelhos ortopédicos durante a infância ou adolescência, que é o período de crescimento do indivíduo, necessitarão de tratamento cirúrgico no futuro, ou seja, o tratamento ortopédico com aparelhos móveis além de apresentarem um custo menor, podem evitar a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

O aparelho ortodôntico tradicional normalmente é instalado por volta dos 12 anos de idade, quando já ocorreu a troca da maioria dos dentes, sendo o tratamento mais efetivo. Entretanto, não há uma idade ideal para sua instalação, ele pode ser instalado um pouco antes para correção apinhamentos (dentes tortos), diastemas (espaços), mordida cruzada anterior, entre outros. Além disso, pode ser instalado em pacientes adultos, não sendo a idade o fator determinante, mas sim as condições de saúde da gengiva e ossos ao redor dos dentes, como a presença ou ausência de cáries, cálculo dental, inflamação na gengiva, presença de biofilme e etc. É essencial que existam condições de saúde bucal que permitam a realização do tratamento ortodôntico.

Bullying x Aparelho Ortodôntico
Há tempos o tratamento ortodôntico era temido por muitos adolescentes devido ao uso de aparelhos exta-orais, o que causava muito constrangimento pois muitos sofriam bullying nessa fase. Entretanto, atualmente a especialidade da ortodontia tem evoluído muito, criando muitas alternativas de tratamento e se tornado um auxiliar nessa fase da vida. É grande a procura por tratamentos estéticos para tratar dentes tortos, grandes espaços entre os dentes, mordidas “erradas” (como dizem muitos pacientes) e etc. Dessa forma, o tratamento ortodôntico deixa de ser o causador de problemas e passa a ser a solução, auxiliando o desenvolvimento da autoestima nos jovens.

Por que usar Aparelho Ortodôntico?
A maioria dos pacientes procuram o ortodontista devido a insatisfação com a estética do sorriso, mas o tratamento ortodôntico vai muito além disso, o alinhamento dos dentes facilita a higienização, prevenindo o desenvolvimento de cáries e o acúmulo de cálculo dental. Dentes mal posicionados dificultam uma mastigação eficiente (o que pode sobrecarregar o sistema digestório causando problemas estomacais) e a má posição dos dentes pode também sobrecarregar alguns músculos da face e a articulação, que permite os movimentos da boca (ATM) causando dores e desconforto na região. O desalinhamento dos dentes e a má relação dos ossos da boca podem dificultar a fala e a respiração, tratamentos ortodônticos e ortopédicos podem ajudar a melhorar significativamente essas funções, assim o tratamento contribui na melhora não só da autoestima, mas também na qualidade de vida.

O conjunto de diversos fatores serão o guia para se tomar uma decisão, entre eles: a necessidade de tratamento, qual o problema existente, a fase de desenvolvimento que o indivíduo se encontra, as condições de saúde bucal presente, o diagnóstico feito pelo profissional através de exame clínico, documentação ortodôntica e queixa do paciente. Todos esses fatores contribuirão para determinar a melhor idade para se iniciar o tratamento ortodôntico e para a escolha do melhor tratamento a ser realizado.

*Dr. Danylo Dias Araújo (CRO/SP 97.316) é cirurgião dentista com clínica no Centro de Cotia e escreve quinzenalmente no Jornal Cotia Agora. Centro Odontológico Dr. Danylo fica na Rua Senador Feijó, 28 – Centro – Cotia (em cima da ótica Kika e ao lado do Central Shopping) – Telefone: (11) 4148-0996 – email: [email protected] – Aberto de segunda a sexta-feira das 8h30 às 19h e sábados das 8h às 17h. Leia mais e saiba de todos os tratamentos clicando AQUI.

Site: https://drdanylo.com.br/ – Acesse as redes sociais. Instagram: https://www.instagram.com/dr.danylo/    e Facebook: https://www.facebook.com/Dr.Danylo/Whatsapp