Bombeiros de Cotia alertam para perigo das queimadas nesta época

Neste período de outono e inverno e falta de chuvas, o número de queimadas aumenta em Cotia.

Com a estiagem, é certeza de muito mato seco e queimadas. Diante do risco, o Corpo de Bombeiros de Cotia alerta sobre os cuidados para evitar o surgimento do foco em terrenos baldios e áreas de vegetação.

Para se ter ideia, em 2016 houve 171 casos de queimadas em Cotia. Em 2017, este número ultrapassou as 200 ocorrências, assim como em 2018. A tendência é que  aumente entre os meses de junho e setembro.

Com base nesse aumento de ocorrências, os Bombeiros orientam que a população redobre os cuidados para não propiciar novos incêndios, pois a atividade de combater incêndios é complexa, seja por sua extensão ou por sua localização. Trazendo ainda grandes malefícios à população atingida, podendo se propagar para indústrias, estabelecimentos comerciais e centros urbanos, causando estragos na natureza.

Os Bombeiros alertam a população e recomendam que todos tenham especial atenção com o trato do lixo, não queimando resíduos em terrenos baldios, pois podem propagar as chamas para outros locais. Não descartar resíduos em lugares de vegetação, principalmente objetos de uma alta inflamabilidade.

Além disso, orienta que pontas de cigarro não sejam lançadas pela janela do carro. Devido à baixa umidade no período da seca, a vegetação se incendeia com muita facilidade.
Os incêndios provocados pelo homem matam os animais, destroem a vegetação, poluem cursos d’água, enfraquecem o solo, causam erosões e a fumaça provoca acidentes nas estradas e agrava problemas respiratórios.

Queimadas em vegetação para limpeza de terrenos é proibida em tempos de estiagem e só podem ser feitas com autorização do órgão ambiental responsável.

Em caso de queimadas próximo à sua casa, ligue para os Bombeiros no telefone 193.