Baterista anuncia fim do Eagles após morte de cofundador

Don Henley, baterista do Eagles, disse em entrevista à BBC que a banda terminou. O anúncio vem depois da morte de Glenn Frey, fundador e guitarrista do grupo.

Frey morreu em janeiro, aos 67 anos, por complicações de uma artrite reumatoide, problemas intestinais e pneumonia.

Segundo Henley, o emocionante tributo que os membros do Eagles fizeram para Frey durante o Grammy deste ano foi a última apresentação da banda. “Aquilo foi o adeus final. Não acho que vocês vão nos ver tocando novamente. Acho que provavelmente foi o fim. Acho que foi uma despedida adequada”.

O Eagles foi introduzido ao Hall da Fama do Rock em 1998 e vendeu mais de 150 milhões de discos no mundo todo.

Frey fundou a banda de Los Angeles com Henley, Bernie Leadon e Randy Meisner, em 1971. O grupo se tornou um dos maiores sucessos dos anos 1970, antes de se separarem por 15 anos, entre 1980 e 1994. Desde então, o grupo se reunia para turnês esporádicas.

Frey e Henley eram os únicos membros originais que ainda faziam parte da banda e gravaram hits como “Hotel California”, “Take it Easy”, “Tequila Sunrise” e “Take it to the Limit”.

Do Uol