Astrologia com Luiz Júnior: Vênus, a Rainha do Amor

No mês em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher, nada melhor do que falar desta que é uma verdadeira Deusa de Mil Faces.

A mulher traz para o mundo do patriarcado (que é marcado pela energia ativa masculina, conhecida por Yang) a energia da recepção, do emocional e do afeto, caracterizado pela energia receptiva Yin.

Olhando para as manchetes do dia-a-dia é possível verificar que o excesso da energia Yang na Terra vem trazendo desequilíbrios físicos, naturais e emocionais à população.

A energia Yin feminina segue permanecendo um mistério.

Assim foi desde a antiguidade, identificada pelas Vênus de Willendorf – estatuetas mesopotâmicas representando o sexo feminino como um ventre volumoso, seios volumosos e órgão sexual igualmente grande. Pelo mistério da caverna, a mulher gerava e amamentava a vida.

O arquétipo feminino foi igualmente reverenciado pelos acádios e sumérios, na forma da deusa Inanna, Astarte ou Ishtar. A terrível deusa alada da fertilidade e das tempestades. A mesma deusa foi igualmente reverenciada pelos celtas na forma da Deusa Tríplice – que representava o mistério da vida através da figura lunar – Cheia, Crescente, Minguante. Seu par consorte é o deus Cernunnos, com chifres e pelos, representando a atividade Yang – agressivo, independente e líder.

Complemento.

Yin e Yang, ativo e passivo. Homem e mulher.

O mesmo mistério foi plenamente apreendido pelos gregos, representando-o pela Deusa Tríplice. A moça, a mãe, a velha.

Ela é Diana, Artemis, Minerva. É bela como Afrodite.

Intensa como Hera. Madura como Vesta.

A mulher amamenta e acalenta a vida. Como Ceres.

E também pode ser terrível como Lilith. Ou como uma Pombagira.

Ou sensual como Vênus.

Vênus, no mapa astral masculino, representa o tipo de mulher por quem aquele homem (enquanto energia) se atrairá. No feminino, a forma como aquela mulher seduzirá.

Na Astrologia, Vênus representa o amor, o belo, a forma como a pessoa – Yin ou Yang – percebe sensorialmente o mundo que o cerca. Representa a boa comida, o luxo, o conforto.

E você, sabe onde está localizada sua Vênus interior?

*(Luiz Junior é astrólogo, comunicador, colunista e escritor. É autor de O Templo da Magia e de O Livro de Luaror, da série Reinos em Guerra pela Editora Autografia, e de A Dança: uma valsa entre o bem e o mal, pela KDP Amazon; produz o horóscopo diário para o Jornal Cotia Agora, além de diversas fan pages da internet)