Alimentação x Bisturi: Como preparar o organismo para cirurgia plástica

Para que a sua cirurgia plástica seja um sucesso, é importante começar a preparar o corpo de dentro para fora. A alimentação pode ser uma aliada para quem irá realizar um procedimento cirúrgico. Manter a dieta do bisturi antes da cirurgia é indispensável para conseguir um pós-operatório com baixo risco de complicações e resultados satisfatórios. “A paciente deve mudar os seus hábitos alimentares ao iniciar o pré-operatório. O consumo de alimentos pobres em gordura saturada, açúcar refinado e industrializados devem ser evitados nessa fase”, diz o cirurgião plástico Dr.Patrick Kovac, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Nos dias que antecede a cirurgia plástica, é importante não consumir fast-food, refrigerantes, biscoitos, carnes gordas, frituras etc. “Esses alimentos podem interferir na cicatrização e no sistema imunológico”, afirma o médico.

Comidas e temperos picantes também não devem ser consumidos, pois podem causar retenção de líquido aumentando o edema após a cirurgia plástica.

Alimentos permitidos

Apesar de alguns alimentos serem proibidos no pré e pós-operatórios da cirurgia, outros estão liberados e devem ser consumidos neste período. O cirurgião plástico Dr.Patrick Kovac separou uma lista com os principais alimentos que podem ser consumidos, veja quais são:

Carnes magras e peixes
As proteínas ajudam na recuperação dos tecidos e na cicatrização, pois colaboram para a produção de colágeno. As proteínas devem ser consumidas de forma fracionada durante o pré e pós-operatório.

Gorduras permitidas
Alimentos ricos em ácido graxos, ômega 3, óleos vegetais também podem ser inseridos na dieta do bisturi. Eles ajudam na cicatrização e evitam uma reação inflamatória do organismo.

Aves, peixes, feijão, lentilha, ervilha

Estes alimentos são ricos em ferro o que ajuda a prevenir anemia e problemas de cicatrização. Eles podem ser consumidos durante o pós-operatório.

Vitamina C
Laranja, acerola, limão, vegetais verde-escuro, verduras devem ser ingeridos para aumentar a imunidade, a absorção de ferro e também para formar o colágeno no organismo. É importante que o médico acompanhe a anemia após a cirurgia, pois durante o procedimento pode ocorrer uma grande perda de sangue e de ferro.

Pão integral, legumes, vegetais, frutas
Eles são ricos em fibra que diminui a constipação intestinal no pós-operatório. Além disso, são cicatrizantes e ajudam na circulação sanguínea.

Iogurte e leite

São alimentos probióticos que auxiliam no equilíbrio da flora intestinal que é importante para eliminar os líquidos e toxinas.

Beba líquidos

Manter o corpo hidratado também ajuda a eliminar o inchaço. Consuma suco de frutas, água e água de coco que é considerado um isotônico natural e ajuda a manter a água e o sódio no organismo.

Seguindo este cardápio o seu organismo estará blindado contra as infecções e também irá ajudar na recuperação pós-cirúrgica.

*Cirurgião Plástico Patrick Kovac – Graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) e especialização em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). – Membro associado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).  Médico do corpo clínico do Hospital Cruzeiro do Sul – Osasco e Hospital e Maternidade São Camilo – Pompéia, atuando como cirurgião plástico tanto na área reconstrutora quanto estética. – Chefe do Setor de Cirurgia Plástica da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Grande experiência e atuação em Câncer de Pele e Queimaduras